domingo, março 27, 2011

[BOCA] Bolo de Maçã

Antes de viajar para Portugal, comentou-se entre os meus colegas de trabalho que eu faria anos na semana seguinte - semana essa que eu não estaria cá -, mas o facto de eu não estar por cá, para eles não era motivo suficiente para eu faltar às minhas obrigações de "danish-wanna-be"...

Assim, prometi-lhes que na semana seguinte, logo no meu primeiro dia de trabalho depois das curtas férias, levaria bolo para lhes adoçar o bico... E aqui está ele! :)


Usei uma receita que descobri na Internet numa rápida busca por "bolo de maçã"... Encontrei esta foto - na qual o bolo ainda nem sequer foi ao forno - que me convenceu!


Na primeira foto deste post, podem ver o resultado da minha experiência! Cheiroso e apetitoso eu posso assegurar que está... amanhã poderei falar do gosto! ;)

Para os mais curiosos, podem encontrar a receita aqui! Aproveito para aconselhar este blog, "Tertúlia de Sabores", pois numa breve vista de olhos que lhe dei encontrei imensas coisas com bom aspecto e de fazer crescer água na boca!

Até logo.
Leia mais...

[NEW LIFE] Day A176 - De visita a Portugal...

A semana que terminou ontem, caiu-me que nem uma luva, soube-me que nem um gelado na tarde mais quente de verão, foi tão doce e quente como uma caneca de chocolate quente numa noite chuvosa... enfim, podia continuar infinitamente com expressões que podiam expressar um bocadinho do que foram estes dias em Portugal, mas não vale a pena continuar quando sei que não há palavras para o descrever.

Começo a consciencializar-me que a minha vida daqui em diante muito provavelmente será isto - aquilo que recomeço a viver hoje - com bocadinhos daquilo que foram os meus primeiros 21 anos de vida.

Hoje, com 22 anos, sei - agora sei! - que vou ver os meus pais de vez em quando, talvez de três em três meses... Agora sei que provavelmente vou comprar um carro por aqui, depois que tiver a minha casa, porque essa sim será a prioridade. Hoje sei que a minha vida agora é aqui. E estranhamente - e digo "estranhamente" porque uma parte de mim luta contra esta habituação, contra esta adaptação natural que tenho vindo a experienciar neste meio ano duma nova vida - sinto-me em casa. Agora que estou aqui, na minha cozinha - ainda que não seja minha -, a escrever em cima da toalha que era da italiana, a sentir o aroma delicioso a maçã e canela do bolo que amanhã os meus colegas vão comer por eu ter ficado um ano mais velho... sinto-me em casa.

Não deixei de ter saudades de todos aqueles que amo e que mais uma vez deixei para trás ontem, simplesmente começo-me a habituar a este sentimento que não deixará de andar comigo daqui em diante. Não dizem que não há sentimento mais Português que a saudade? A nostalgia inerente ao sentimento de perda de algo... eu sei que perdi algumas coisas e que vou perder muitas mais. São assim as escolhas da vida!

Mas felizmente hoje, ao contrário de alguns anos atrás em que era muito mais difícil viajar, posso visitar a "casa dos meus pais", o meu irmão, os meus tios, os meus primos, os meus amigos... E com estes "bocadinhos" que vou passando lá, no outro canto da Europa, vou sobrevivendo aqui, do lado mais frio...

A semana que passou foi realmente uma lufada de ar fresco - ora aqui fica mais uma expressão -, não que eu precise de desanuviar do trabalho - que esse até agora não me tem custado nada! -. mas precisava de respirar o ar de lá... Precisava de não ter de fazer nada, de não ter de tratar de arrumar a casa, fazer as minhas refeições, preocupar-me em ir ao supermercado...

Acho que é justo dizer que precisava de férias, essa é que é essa! =D Isto de viver sozinho dá trabalho... Como dizem os meus avós, tenho de arranjar uma moça para me tratar da casa!!

A semana teve de ser aproveitada ao máximo, que é como quem diz: tive uma agenda preenchida! E praticamente tudo ia já planeado daqui...

No sábado, assim que cheguei a Portugal, tinha os meus pais, o meu irmão, o meu padrinho e a família dele, incluindo a minha futura afilhada que ainda nada em águas maternas e o meu avô materno à minha espera. No mesmo momento em que saí da zona de levantamento de bagagem, também a Marisa - minha mãe de outros tempos - e o Ricardo, um casal amigo da 0937, chegaram ao pé de nós. Estivemos todos ainda um bom bocado com a conversa do costume: "estás mais magro!", "como é que estás?", "como é o trabalho?", "novidades?"... 

Como estava já combinado, fiquei com meu carro no Porto e a minha família voltou para casa. Fui com os meus amigos até ao NorteShopping comer qualquer coisa enquanto matávamos um bocado as saudades e púnhamos a conversa em dia. A caminho estavam também o Alex e a Lara, outro casal amigo de Lisboa, também da 0937. Encontraram-se connosco pouco depois de termos chegado ao shopping.

Estava com tantas saudades de conduzir... mesmo! Só agora me apercebo do gosto que tenho em conduzir, da incrível sensação de poder deslocar-me tão facilmente, em tão pouco tempo... e andar na autoestrada tem o seu "quê" de adrenalina, embora eu até seja controlado (acho eu, porque já o meu pai disse-me logo nas prímeiras vezes que andou comigo que eu tinha o pé pesado! =D).

Depois de comer um cheeseburguer no McDonalds - também tinha montes de saudades! lol vou poucas vezes a Vejle, onde tenho o McDonalds mais próximo - e um "fruit & iogurt", o meu artigo Europoupança favorito, despedi-me da Marisa e do Ricardo e segui com os outros dois para o Campus São João, onde nos íamos encontrar com mais alguns amigos da 0937.

Jantámos por lá e depois de ter levado o casal de Lisboa a fazer check-in na pensão onde iam ficar, fomos para casa do Reizinho passar um bom bocado: com direito a sangria e a pipocas doces (outra das coisas de que mais sentia falta!).

Antes de ir finalmente para casa, ainda levei o Alex e a Lara até à pensão e deixei a Filipa em Matosinhos, numa discoteca qualquer... Estava demasiado cansado para a acompanhar, apesar de ter o meu nome da guest list do Miguel Peixoto! (obrigado Luísa, mas sei que o fizeste porque sabias que não ia! xD)

O domingo foi um dia inteiramente dedicado à família: comecei por visitar de manhã os meus avós paternos: foi "bom" ouvir a minha avó queixar-se da saúde - como faz sempre - e o meu avô a queixar-se dela, ao mesmo tempo que dizia que era uma boneca... :) Almocei em casa, com os meus padrinhos e respectivas famílias, ou seja, da família do lado da minha mãe, só estavam a faltar os meus avós que tinham ido num passeio a Fátima.

À noite, como também já estava nos planos para esta visita, fui jantar fora com a minha tia Zinha, o meu tio Victor e o meu primo Miguel. Enquanto jantávamos, o meu primo sofria com o jogo do Porto... xD Há coisas que nunca vão mudar! :)

Depois ainda fui tomar café com alguns amigos, incluindo o Elias que fazia anos nesse dia.

A segunda-feira foi o grande dia: o da mudança! Cortei o cabelo e fiz a minha primeira tatuagem! Posso dizer que terá sido provavelmente um dos melhores dias! E neste momento, está uma certa pessoa toda orgulhosa a pensar que foi também por a ter conhecido pessoalmente... se calhar! xD


Fiz então a minha primeira tatuagem, na Spider Tattoos, na Boavista, no Porto. Foi lá também que encontrei a Filipa novamente - não por acidente, afinal de contas ela é que marcou uma sessão para ela para imediatamente antes da minha! xD -, ela queria ver-me chorar como um bebé! Mas como já escrevi aqui, não custou nada! ;)

Demorou cerca de uma hora, menos do que contava. Por isso, eu e a minha prima Sara que fez a marcação comigo e que me acompanhou ficámos livres mais cedo do que esperávamos. Fomos para casa do meu irmão no Porto, onde ele está a viver agora que está na faculdade e ficámos por lá um pouco até chegar a hora de irmos jantar. Lá juntou-se a nós a minha prima Fábia, a irmã da Sara. O meu irmão teve tempo de arrumar as roupas que lhe levava lavadas e passadas a ferro pela minha mãe e depois seguimos os quatro para Matosinhos, onde nos íamos encontrar com o Tó e a Patrícia para jantar no Terra: um dos melhores restaurantes de sushi do Porto!!

Deliciei-me e já me está a crescer água na boca só de pensar no sushi... Sim, eu sei... estou viciado! E depois? Há vícios bem piores... =P

Tive oportunidade também de conhecer finalmente - em pessoa - a Patrícia, uma amiga da minha prima Sara. Há já alguns meses que temos mantido contacto pela Internet, aquelas amizades de facebook... Mas foi bom ouvir a voz e ver a 360º o rosto por trás das fotos e dos comentários... Agradavelmente surpreendido! :)

Dali fomo-nos embora, afinal de contas todos eles tinham de trabalhar - à excepção do meu irmão que tinha aulas - no dia seguinte. Eu era o mandrião do grupo! lol Aliás, este foi mesmo o problema da semana: o facto de apenas eu estar de férias...

A terça foi tirada para os tempos de escola... Mas primeiro fui almoçar a casa dos meus avós maternos, onde tinha à minha espera um delicioso bacalhau com natas... Totalmente sem contar! Adorei a surpresa da minha avó que já me tinha prometido arroz de pato para quinta-feira! xD De tarde visitei a minha antiga escola secundária, onde estudei desde o 7º ao 12º ano. Reencontrei uma série de professores e funcionários a quem deixei saudades e que têm todo o meu apreço, respeito e gratidão. Ao fim do dia fui para o Porto, visitar a Oficina de Música, grupo do qual fazia parte na Faculdade. Participei no ensaio, como nos "bons, velhos tempos" e ainda tive direito a escolher uma música do reportório que eu conhecia para ensaiarmos. :)


Depois do ensaio, encontrei-me com algum pessoal do meu ano, aqueles mais chegados, e alguns membros da minha família de praxe e fomos jantar ali perto. Depois do jantar fomos até ao Tuareg, em Matosinhos, para conviver mais um pouco... apesar do imenso trabalho que eles tinham para aquela semana. Obrigado pessoal! ;)



Foi bom ouvir novamente piadas e conversas geeks... como só com eles eu tinha! xD

Na quarta-feira fui almoçar com os meus pais e depois fui ao cinema de tarde com o meu primo Miguel. Vimos o "I Am Number Four"... Grandes efeitos especiais! E gostei do filme. Lembra-me uma história que comecei a escrever há uns anos atrás... LOL

Ahhh.... e comi pipocas doces, claro! Tinha de aproveitar enquanto podia.....

Ao fim da tarde, voltei ao Porto para fazer umas compras ao NorteShopping e encontrar-me com mais dois amigos vindos do norte do país. Jantei com eles e conversamos sobre LEGO... Para não variar, ou não fossem eles também membros da Comunidade 0937! =D

Dali fui ter com os meus amigos dos tempos de faculdade para repetirmos a saída da noite anterior, mas acabámos enfiados no Chocolate, um bar em Matosinhos que nunca tinha visitado... Mas a verdade é que não nos vai deixar grandes saudades! lol... Que seca, Roulotes! Nunca mais te deixámos escolher os sítios para onde ir! :)


A quinta-feira começou bem com o arroz de pato já prometido no início da semana pela minha avó: um dos meus pratos favoritos... Estava delicioso! Ela é mesmo boa cozinheira... ou então as saudades daquelas comidas apuraram por si só o sabor dos pratos! =P

Voltei à Escola Secundária de Vilela, desta vez com o João, um grande amigo meu, para visitar a única professora que não tinha tido oportunidade de ver na primeira visita. Acabámos por rever outros professores - alguns que nem nos deram aulas, mas que ficaram na memória - e funcionários... Passámos lá grande parte da tarde, à conversa com a Toriz, a professora louca de Biologia... como foi bom ouvir as gargalhadas dela outra vez! =D Convidei-a para o meu jantar naquela noite, o jantar de aniversário com os amigos... Ia ser feito na véspera do meu dia de aniversário, mas tinha de ser, porque a noite mesmo seria passada em família: seria também a noite da despedida.

Assim, naquela noite, reuni-me com cerca de 20 amigos da escola e dos escuteiros, para passar um bom serão. Jantámos no Penta em Paços de Ferreira, como já é habitual nestas ocasiões e depois fomos tomar um café ali ao pé, no Zuzarte. Recebi o chapéu da farda oficial do CNE dos meus amigos caminheiros... foi um momento emocionante para mim. Não estava a contar receber aquele chapéu. No meu agrupamento foi adoptado apenas muito recentemente como uma peça oficial do nosso fardamento e como não estou mais activo - nem me imagino a voltar a estar tão cedo - já não esperava vir a tê-lo! Eu e os meus amigos sempre fizemos força para o tornarmos uma peça oficial no nosso agrupamento, porque sempre gostámos muito daquele chapéu que também Baden-Powell usou... E agora também eu tenho o meu! Obrigado, Caminheiros! ;)

Um obrigado especial à minha Madrinha de Caminheiro, que apesar das circunstâncias deu-me o prazer e o gosto da sua presença. Gostei muito de te rever!

E com isto a semana estava a chegar ao fim... Restava apenas o dia do meu aniversário, aquele que devia ser o melhor de todos... Mas que também teria de ser o dia de fazer a mala e de me despedir de todos os que amo... Poderia realmente aquele dia tão contraditório ser um bom dia? O melhor? Não. Não foi o melhor. Mas a semana valeu por tudo! :)

Ainda assim, foi um bom dia: fui jantar com os meus pais e o meu irmão à D'Sandes em Paços de Ferreira, um espaço já habitual nas visitas a Portugal, quer pelas sandes deliciosas que lá se comem, quer pela proprietária - amiga da família há já vários anos - que tenho sempre o maior gosto em visitar.

Depois do jantar, voltámos para casa onde recebi grande parte da minha família: avós, padrinhos, tios, primos... Comemos coisas boas e jogámos SingStar... A Fábia não conseguiu ganhar nenhuma vez, mas ainda assim não desistiu... Obrigado prima por não me teres trocado pela novela (ahaha... na verdade eu sei que só não o fizeste porque a novela já tinha acabado!). Mas os vencedores da noite, claro está, foram os "irmãos mais velhos": eu e a Sara! =D

Antes das despedidas, ainda tive uma surpresa feita pela Filipa que arrastou a "afilhada" até "Bilela" para me trazer duas T-shirts que me comprou da Rua Sésamo. Toda a gente sabe que eu adoro T-shirts com bonecos (Family Guy, Popey, Tom and Jerry, são apenas algumas das que já me viram usar na rua...). Ela viu uma que adorou e não resistiu a comprar-ma. E a essa juntou uma outra que eu tinha visto numa loja na quarta-feira anterior mas que não tinha encontrado no meu tamanho. Obrigado, Filipa! ;)

Tive algumas prendinhas, nada de LEGO para agrado dos meus colegas da 0937 que não aguentariam ver-me receber mais LEGO... lol Mas ainda que não as tivesse recebido, a semana não teria valido menos por isso! MESMO!

E a hora difícil chegou...

"Queria que terminasses os estudos... Queria que fosses engenheiro e que trabalhasses naquilo que estavas a estudar... aqui! Na verdade, eu só queria que estivesses aqui!", disse-me o meu avô paterno no meio de um abraço apertado. Custou-me tanto sorrir e dizer-lhe que estaria de volta no Verão... "Só" no Verão...

Já a minha avó paterna, que normalmente é a mais emocional e dramática - também já com os seus 84 anos... - deu-me um simples "Até logo... Não te vou dizer Adeus, que é para te voltar a ver!", com um sorriso caloroso.

Depois o silêncio. Casa vazia outra vez. Mala fechada. Duas horas para dormir.

Às 6h da manhã estava o avião a levantar em direcção a Frankfurt. No aeroporto deixei os meus pais, levando comigo os seus abraços ainda moldados nas minhas roupas.

Foi uma semana curta. Durou o mesmo que duram todas as semanas... Mas agora, depois de toda esta retrospectiva... soube a pouco!

Até logo.
Leia mais...

sexta-feira, março 25, 2011

Parabéns para mim!


Hoje faço 22 anos! Estou a ficar velho...

Até logo.
Leia mais...

terça-feira, março 22, 2011

Eternamente marcado no corpo... finalmente!

E com dois dias de antecedência em relação aos planos originais - e muitos meses de atraso se considerar o dia em que decidi que ia avançar - finalmente tenho hoje marcada no meu corpo a minha primeira tatuagem!

Devido a contra-tempos profissionais da minha prima - que me ia acompanhar - tivemos de antecipar a sessão para ontem, dia 21.


E já está! Não custou nada! É óbvio que se sente dor, porque afinal de contas está uma agulha a picar incessantemente a nossa pele para injectar um corpo estranho... =D Mas é algo totalmente tolerável!

É certo que nesta primeira vez joguei seguro e tatuei aquela que dizem ser a parte menos dolorosa de todo o corpo: o braço!

A minha prima foi comigo e registou o momento com algumas fotografias. Presente também esteve a Filipa, que fez mais uma tatuagem ontem e que fez questão de marcar a sessão para imediatamente antes da minha, para poder avaliar o meu sofrimento... acho que estava à espera de ver lágrimas! xD


O resultado final ficou óptimo, apesar da minha "pele de rinoceronte", como lhe chamou o tatuador. LOL
Pelos vistos tenho uma pele dura e difícil de penetrar....

Está feita e estou muito contente por finalmente ter avançado com este meu desejo!

A noite terminou com um super jantar no Terra... Bendito sushi!!! Obrigado aos presentes pela excelente companhia: Patty, Bá, Sara, Tópê, Ceano e até o mano Torugo! =D

Até logo.

P.S. E as mini-férias já vão a meio.......... =/
Leia mais...

quarta-feira, março 16, 2011

Quem espera sempre alcança!

Quem está a par da minha história com LEGO e de como cheguei a LEGO Designer, a viver na Dinamarca, saberá como tudo começou... com o desejo de comprar um iPhone!

Para quem não sabe, vou contextualizar-vos...

Há cerca três anos atrás, estava eu no primeiro ano da faculdade - Eng. Informática e Computação -, 18 aninhos, ainda bastante entusiasmado com o curso, grande fã de tecnologia e gadgets (comprava a revista Connect todos os meses para ficar a par das novidades), foi então que comecei a juntar dinheiro para comprar o meu iPhone (3G, na altura).

Como estudante que era, a viver da mesada que tinha de dar para as refeições na Faculdade, material, saídas, etc., juntar dinheiro para um telemóvel de 600€ não se adivinhava uma tarefa fácil, mas eu nunca fui de virar as costas aos desafios! :)

O Natal de 2007 serviu de ponto de partida. Logo a seguir veio o meu aniversário (por esta altura) e a Páscoa umas semanas depois. Com todas as prendas que recebi, consegui reunir uma boa parte do dinheiro (penso que pouco mais de metade do dinheiro que precisava).

Eis senão quando me deparo com todo o universo AFOL: as comunidades de fãs de LEGO, as magníficas construções, as novidades da marca, as infinitas possibilidades... fiquei siderado!

Durante alguns dias reflecti no que deveria realmente fazer dali em diante: desistir de algo que realmente queria muito e arriscar em algo que talvez gostasse ainda mais? Ou deixar aquelas "brincadeiras de criança", os olhares "reprovadores" que viriam por ser "um adulto ainda a brincar com LEGO", as infindáveis discussões e justificações sem garantias de sucesso para tentar provar que LEGO era muito mais do que um brinquedo... e comprar o telemóvel da última geração? Eu nunca fui de virar as costas a um desafio, já vos disse, não já?

Pois bem, peguei no dinheiro (ou parte dele numa primeira fase) que tinha já de parte para o telemóvel da moda e fui a uma loja de brinquedos comprar os meus primeiros sets depois da Dark Age (período em que me desliguei completamente do LEGO, entre os 12/13 - 18 anos)!

O desejo de comprar o iPhone ficou adiado, mas não esquecido.

Hoje, dia 16 de Março de 2011, quase três anos depois desta minha sábia decisão, comprei o meu iPhone 4 (que só não chegou mais cedo por diversos percalços, nomeadamente a falta de stock nas lojas!!)!


E hoje, passado todo este tempo, estou a viver o meu sonho de criança, a trabalhar em algo que me dá um prazer imenso, com perspectivas de futuro, de crescimento profissional, contra todas as expectativas que actualmente o meu ainda querido país me queria oferecer... e com um iPhone no bolso!

Se há uma lição a tirar de tudo o que nos acontece na vida - e eu acredito que há - com isto aprendi a esperar, porque...

...quem espera sempre alcança! ;)

Até logo.

P.S. Ah!! E se estás desempregado e queres comprar um iPhone, compra LEGO primeiro... pode ser que com isso consigas um bom emprego! :)
Leia mais...

sexta-feira, março 11, 2011

Para sempre... dia 23!

Há palavras ou expressões que o bom senso nos diz para não usarmos com frequência... Porque de uma forma ou de outra, quase sempre a vida se encarrega de nos mostrar que tínhamos ficado melhor calados! :)

"Nunca/Jamais..." qualquer coisa.
"Vou [fazer isto ou aquilo - normalmente amar alguém !? ) para sempre...."

...são apenas alguns exemplos. Existe até um ditado bastante popular que diz "nunca digas desta água não beberei!", e uma expressão equivalente simplificada: "nunca digas nunca!" (contradição engraçada!).

Mas o que é certo é que apesar de tudo isto, desta vez é totalmente adequado dizer que será para sempre... Pois é mesmo essa a principal característica de uma tatuagem! :)


Finalmente!

Já tenho hora marcada na Spidertattoos no Porto: dia 23 às 18h!

Aqui, podem ler mais sobre a minha opinião acerca de tatuagens e até sobre o significado desta minha primeira marca com a qual não nasci, mas com a qual morrerei! ;)

Até logo!
Leia mais...

domingo, março 06, 2011

[The King's Speech] Speechless

Hoje vi o vencedor deste ano do Óscar de Melhor Filme: The King's Speech.


Confesso que muito provavelmente o filme ter-me-ia passado completamente ao lado (apesar dos inúmeros prémios por ele arrecadados), não tivesse sido eu convidado por uns amigos para o ir ver esta tarde com eles.

Nunca fui muito interessado em biografias em geral, nem um aficionado - de todo - por História.

Deparei-me com The King's Speech a primeira vez muito provavelmente num qualquer site sobre cinema que vou consultando com alguma regularidade. E em nenhuma das vezes dei grande atenção ao que se escrevia sobre ele.

Mas o que é certo é que hoje o vi, no cinema em Vejle, com legendas em Dinamarquês - para as quais olhava de vez em quando, já reconhecendo algumas palavritas... =D


A história do filme não tem muito que se lhe diga, afinal de contas tudo gira em torno do problema de gaguez do Rei George VI. Nada complexa ou surpreendente, o facto é que não deixa de ser cativante! Muito em parte, obviamente pelo trabalho do elenco. Colin Firth recebeu com este filme o reconhecimento que muitos dizem já ser merecido há muito tempo. Confesso que antes deste filme apenas o associava a títulos como Diário de Bridget Jones e Mama Mia, nenhum deles impressionante no ponto de vista do seu desempenho - não por falta de mérito do actor, mas pelo simples motivo dos papeis não se prestarem a grandes destaques.

Independentemente da consideração que tivesse pelo protagonista deste drama, o que é certo é que me conquistou totalmente. Óscar mais do que merecido! O trabalho do actor é brutal! Confesso que tive a lágrima no canto do olho em alguns momentos do seu discurso (i.e. não propriamente "o" discurso, mas ao longo do filme).


A Helena Bonham Carter não tem um papel de grande destaque, apesar de ser a esposa de sua alteza real, no entanto cumpre o seu dever e prova mais uma vez que não é uma actriz qualquer. Esteve igualmente muito bem. Outra coisa não seria de esperar, afinal de contas também ela esteve nomeada para o Óscar de Melhor Actriz Secundária.


Mas Geoffrey Rush foi a grande surpresa. Se The King's Speech tivesse levado com um quinto Óscar - o de Melhor Actor Secundário - não ficaria minimamente surpreendido tal foi o brilhantíssimo desempenho deste veterano, já premiado em 1997 com o filme Shine. Lionel, o seu personagem, foi duma sensibilidade, humanidade, irreverência e astúcia marcantes. Definitivamente o filme não teria sido o mesmo sem este grande actor.

Entre os outros Óscares arrecadados, esteve o de Melhor Realização. E de facto os planos escolhidos, os enquadramentos, fotografia, todo um conjunto de escolhas feitas por Tom Hooper fizeram deste filme uma obra de arte. Não foram decisões fáceis e diria até que algumas foram mesmo arriscadas, pois nem sempre o desafio das regras, do que é tradicional, resulta. 

Este filme resultou. E muito bem! Estou muito satisfeito por ter sido convidado a ir vê-lo e por não ter desistido para ficar em casa a arrumar o meu quarto. Durante a semana cá darei um jeito para limpar o pó ali à estante! :)

Recomendadíssimo.

Até logo.
Leia mais...
Este blogue pertence a Marcos Bessa, eu próprio, e tudo o que aqui escrevo diz respeito apenas e só à minha opinião pessoal ou visão dos mais variados assuntos do quotidiano e não pode ser jamais confundido com a opinião, ideologia ou ponto de vista de qualquer outra entidade que possa estar ligada a mim, como seja a empresa que me emprega neste momento: LEGO System A/S.
Todo o conteúdo original deste blog não pode ser copiado, seja integral ou parcialmente, sem a devida referência à sua origem e um link para a mesma.
Todos os comentários publicados são da total responsabilidade dos seus autores.
Este blogue não tem qualquer apoio ou ligação com qualquer empresa aqui mencionada.