domingo, abril 15, 2012

[Jornal +] Quanto vale um sonho

Nota introdutória: o Jornal + é um projecto de um conhecido meu dos tempos de escola e sobre o qual já escrevi noutra altura. Agora parece que comecei a escrever uma espécie de crónica para uma página do jornal intitulada "Correio Internacional". O Arménio Santos, editor do Jornal, apelidou-me simpaticamente de Cavaleiro da Dinamarca, nome esse também de uma obra infantil de Sophia de Mello Breyner Andresen. Segue-se então a transcrição do texto publicado na edição desta semana.

A 3 de Outubro de 2010, com apenas 21 anos, estava eu a aterrar no aeroporto de Billund, o segundo maior da Dinamarca, prestes a começar a maior aventura da minha vida: ser adulto!

É certo que, de acordo com a lei portuguesa, já o era desde 25 de Março de 2007, mas até então continuava a viver sob o tecto dos meus pais, tinha toda a minha família a viver literalmente à minha volta ou a pouquíssimos kilómetros de distância, permanecia livre de grandes responsabilidades, ocupava grande parte do meu tempo com os estudos e com os meus hobbies, via os mesmos amigos que sempre estiveram do meu lado pelo menos uma vez por semana... e de repente tudo mudou.

De um dia para o outro, estava a viver sozinho, longe de tudo o que conhecia e tive como certo a vida toda, fora do meu país, por minha total conta e risco. E no dia seguinte começava a trabalhar, oficialmente, com um contrato, com um ordenado, num trabalho “de verdade”, pela primeira vez.

Se por um lado, muitos me consideraram um sortudo pela oportunidade que estava a ter, um previligiado até, eu, por outro, tive de me abstrair de real dimensão da mudança que estava a fazer à minha vida para realmente poder apreciar o início desta minha grande aventura em terras dinamarquesas. Com apenas 21 anos estava a realizar um dos meus maiores sonhos: tornar-me num LEGO Designer.

É isso que faço hoje, um ano e meio já passados e cá continuo a criar e a escrever na história de uma das maiores e mais adoradas empresas de brinquedos do mundo. Continuo apaixonado pelo meu trabalho e é com um sorriso que cheguei ainda hoje à minha secretária, mas só eu sei o verdadeiro preço que estou a pagar para viver o meu sonho. Afinal, não se pode ter tudo, não é verdade?


Vamos ver como corre esta aventura e se vou tendo tempo para lhe dar continuidade.

Até logo.

0 comentário(s):

Este blogue pertence a Marcos Bessa, eu próprio, e tudo o que aqui escrevo diz respeito apenas e só à minha opinião pessoal ou visão dos mais variados assuntos do quotidiano e não pode ser jamais confundido com a opinião, ideologia ou ponto de vista de qualquer outra entidade que possa estar ligada a mim, como seja a empresa que me emprega neste momento: LEGO System A/S.
Todo o conteúdo original deste blog não pode ser copiado, seja integral ou parcialmente, sem a devida referência à sua origem e um link para a mesma.
Todos os comentários publicados são da total responsabilidade dos seus autores.
Este blogue não tem qualquer apoio ou ligação com qualquer empresa aqui mencionada.