terça-feira, outubro 20, 2009

Como pode ser uma tradição matar golfinhos!?

Em tempos que já vão longe, pescadores viam o seu sustento ameaçado pelas mais dóceis criaturas do oceano: os golfinhos que comiam tudo o que lhes aparecia pela frente, limpando literalmente as águas...

Nesses tempos, o amor e admiração que pudessem ter pelos animais era delegado totalmente para segundo plano, acabando por ter de se cumprir uma árdua e inglória tarefa de acabar com aquela "praga"... Acabar...!

Daí até hoje, num país que eu sempre considerara civilizado e defensor das maiores causas humanitárias e sociais, guardou-se daqueles tempos aquilo a que hoje se chama de tradição... Como uma espécie de ritual de iniciação à vida adulta, os jovens das ilhas Faroé (Dinamarca) reúnem-se anualmente junto à costa para caçar golfinhos! Sem dó nem piedade, desferem-lhes duros e frios golpes de arpão, deixando-os a chorar sangue, transformando como Moisés as águas aos seus pés em puro sangue...

Podem achar que estou a melodramatizar a questão, mas vejam por vocês mesmos!











Ainda hesitei um pouco antes de colocar as fotos, mas achei que nada melhor do elas mostra o horror que é isto a que chamam de tradição... Também podem ver vídeos no YouTube, basta uma rápida busca por "golfinhos na Dinamarca".

Há mais de um ano que este massacre se tornou público por meio de correntes de mails e vídeos do YouTube, mas até agora não apareceu um esclarecimento acerca desta situação por parte do Parlamento Europeu, seja para justificar (é possível!?) ou para informar que foram tomadas medidas para evitar situações destas no futuro... Infelizmente, porém, este problema está longe de ser único e localizado... Também no Japão e nas Ilhas Salomão no Pacífico, entre outros locais, se cumprem "tradições" semelhantes.

Mais do que o facto de cada vez mais espécies de golfinhos se verem ameaçadas da extinção, é importante reforçar que nenhuma tradição se pode sobrepor a direitos tão básicas e primordiais como o direito à vida (sim! os animais também o têm!).

Por fim, deixo apenas um último dado para reflectirem... O golfinho é um dos animais mais curiosos e simpáticos do reino animal, sendo que naturalmente se aproxima do homem com vontade de brincar... E estes animais ditos homens fazem-lhes o quê? É intolerável!

Até logo!

0 comentário(s):

Este blogue pertence a Marcos Bessa, eu próprio, e tudo o que aqui escrevo diz respeito apenas e só à minha opinião pessoal ou visão dos mais variados assuntos do quotidiano e não pode ser jamais confundido com a opinião, ideologia ou ponto de vista de qualquer outra entidade que possa estar ligada a mim, como seja a empresa que me emprega neste momento: LEGO System A/S.
Todo o conteúdo original deste blog não pode ser copiado, seja integral ou parcialmente, sem a devida referência à sua origem e um link para a mesma.
Todos os comentários publicados são da total responsabilidade dos seus autores.
Este blogue não tem qualquer apoio ou ligação com qualquer empresa aqui mencionada.